Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro, em 2018: "Cassino no Brasil seria uma grande lavanderia"; assista

O tema da jogatina, na pauta da Câmara, é mais um sobre o qual o presidente da República parece rasgar promessa de campanha
Bolsonaro, em 2018: “Cassino no Brasil seria uma grande lavanderia”; assista
Reprodução

Em 2018, o então candidato ao Planalto Jair Bolsonaro disse que era “uma mentira” cogitar que, em seu eventual governo, os cassinos seriam legalizados no Brasil.

“Nós sabemos que o cassino aqui no Brasil, se tivesse, seria uma grande lavanderia: serviria para lavar dinheiro e também para destruir as famílias”, afirmou.

Ele acrescentou que “o caos se faria presente no seio das famílias do Brasil”.

O pitoresco é que, quando deu essa declaração, Bolsonaro estava ao lado de “Hélio Negão”, que viria ser eleito deputado e integraria uma comissão da Embratur que foi a Las Vegas, com tudo pago, para conhecer cassinos (assista aqui).

O projeto que libera a jogatina no Brasil, incluindo cassinos e até jogo do bicho, pode ser votado ainda hoje na Câmara. O líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), disse há pouco a O Antagonista que seu posicionamento é contrário, “mas pode ser que eu receba uma nova orientação”.

Bolsonaro tem feito jogo duplo em relação ao tema, como a Crusoé noticiouO presidente promete vetar, caso o projeto seja aprovado na Câmara e no Senado, mas não estaria disposto a fazer esforço algum para impedir eventual derrubada do veto.

Desde que assumiu o governo, Jair Bolsonaro e a família são pressionados por líderes do Centrão a trabalhar a favor da legalização dos jogos de azar. No fim de 2019, Bolsonaro recebeu para um almoço, no Palácio do Planalto, um grupo de parlamentares — liderado pelos deputados Elmar Nascimento (DEM) e Paulinho da Força (Solidariedade) — que defende a legalização dos jogos de azar e já estava se movimentando para colocar a matéria em votação. Menos de um mês depois, Flávio Bolsonaro viajou a Las Vegas.

Um dos parlamentares envolvidos no debate já disse a O Antagonista que “os olhos do presidente brilham” quando pedem para ele imaginar a Costa Verde — litoral sul do Rio de Janeiro, onde a família Bolsonaro tem casa — repleta de cassinos à beira-mar. As negociações indicam que, se aprovada a liberação da jogatina, Foz do Iguaçu e regiões do Nordeste também receberiam investimentos quase que imediatamente.

Em maio de 2020, o então ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônioadmitiu pela primeira vez o plano do governo Bolsonaro de instalar cassinos no Brasil. Leia aqui uma reportagem da Crusoé.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....