Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Espero que Alckmin esteja junto, sendo vice ou não", diz Lula

Em entrevista a sites aliados, o petista declarou que não teria problemas em compor uma chapa com o ex-tucano para governar o país
“Espero que Alckmin esteja junto, sendo vice ou não”, diz Lula
Reprodução/Lula/YouTube

Em entrevista a veículos de imprensa alinhados ao PT, Lula afirmou há pouco que espera ver o ex-tucano Geraldo Alckmin como aliado, quer seja como vice ou não. A frase foi um novo aceno ao ex-governador de São Paulo, diante de dissidências do PT contrárias à aliança.

“Espero que Alckmin esteja junto, sendo vice ou não, porque me parece que ele já se definiu como oposição não só a Bolsonaro como ao ‘dorismo’ aqui em São Paulo. O PSDB do Doria não é o projeto social-democrata do Mario Covas, do [José] Serra, criado no período da Constituinte. Na hora que tiver que acontecer, terei um imenso prazer de marcar outra coletiva. Se for Alckmin, que seja, como eu trazia o José Alencar”, afirmou o petista (foto).

Durante a entrevista, Lula ratificou que não terá problemas em compor uma chapa com o ex-tucano e que as divergências do passado serão facilmente superadas.

“Não terei nenhum problema em fazer chapa com o Alckmin para ganhar e governar esse país. Só não posso dizer ainda porque falta definir para qual partido ele vai, ver se o partido vai fazer aliança com o PT – disse Lula, que no início da entrevista afirmou ainda não ter definido a própria candidatura”, declarou.

Como mostramos, essa suposta boa intenção lulista, na realidade, é uma jogada para tentar tirar Alckmin e outros adversários do PT da disputa pelo Palácio dos Bandeirantes.

Amanhã, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, vai ter uma reunião com o presidente do PSB, Carlos Siqueira, para definir a aliança entre os dois partidos. A conversa é tida como essencial para abrir caminho para a filiação de Alckmin ao PSB.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....