Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Calote nunca mais", diz Fux, sobre precatórios

O presidente do STF admitiu a possibilidade de parcelamento de dívidas da União, mas afirmou que a conta tem que ser paga
“Calote nunca mais”, diz Fux, sobre precatórios
Foto: Rosinei Coutinho/STF

O presidente do STF, Luiz Fux, afirmou nesta quinta-feira (26) que o Judiciário está disposto a discutir com os outros Poderes uma solução para o impasse em relação aos precatórios. Durante o evento Expert XP, o magistrado admitiu a possibilidade de parcelamento de dívidas da União, mas afirmou que a conta tem que ser paga.

“Tudo isso perpassa pelo critério da razoabilidade, mas a via de regra seria o seguinte: calote nunca mais. […]. A nossa preocupação não é só garantir governabilidade. Mas, também a de sermos respeitados no mercado internacional como um país que cumpre as suas obrigações.”

Fux disse ter sido procurado pelo Congresso para que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) faça uma mediação sobre o pagamento dos precatórios do Orçamento de 2022.

“Fomos procurados pelo Poder Legislativo para construir esse entendimento, o que reforça que as instituições estão conversando.”

Em julho, o Ministério da Economia foi informado pelo Judiciário que o governo terá que pagar R$ 89 bilhões em precatórios em 2022. A PEC apresentada pelo Planalto prevê o parcelamento das dívidas para “evitar um colapso financeiro e da máquina pública”. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....