Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Subsecretário autorizou Receita a fazer devassa em investigações sobre a família Bolsonaro

Tribunal de Contas da União investiga se órgão foi utilizado para auxiliar a defesa de Flávio Bolsonaro no inquérito das rachadinhas
Subsecretário autorizou Receita a fazer devassa em investigações sobre a família Bolsonaro
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A Folha revela neste domingo que partiu do atual subsecretário de Gestão Corporativa da Receita Federal, Juliano Neves, a ordem para que o órgão fizesse um pente-fino nas investigações em curso sobre a família Bolsonaro.

Como mostramos, o caso é alvo de uma apuração do Tribunal de Contas da União, sob suspeita de que a Receita Federal foi usada para auxiliar na defesa de Flávio Bolsonaro (foto) no inquérito das rachadinhas.

“Segundo documento da Receita, Neves pediu ao Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) uma apuração especial sobre os acessos a dados fiscais de nove pessoas: além de Jair Bolsonaro, de seus três filhos políticos, de suas duas ex-mulheres e da primeira-dama, Michelle, de Fabrício Queiroz e de Fernanda Bolsonaro, mulher do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ)”, afirma o jornal.

Segundo a Folha, a devassa da Receita vai muito além de um movimento de defesa dos interesses de Flávio Bolsonaro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....