Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Senador do PSD recusa convite para ser líder do governo

O Antagonista ouviu de dois senadores que nem Pacheco, ainda pré-candidato do PSD ao Planalto, nem Gilberto Kassab, presidente do PSD, gostavam da ideia
Senador do PSD recusa convite para ser líder do governo
Foto: Gustavo Lima/Câmara

O senador Alexandre Silveira (foto) recusou o convite do Palácio do Planalto para ser o líder do governo de Jair Bolsonaro no Senado. Presidente do PSD em Minas Gerais, Silveira ocupou o lugar de Antonio Anastasia, que vai assumir uma vaga no Tribunal de Contas da União (TCU).

Em sua rede social, o político afirmou que recebeu do presidente o convite para assumir a liderança do governo no Senado.

“Acredito que o convite se deu pela nossa capacidade de diálogo e disposição para discutir os projetos que interessam aos brasileiros, acima de qualquer ideologia ou questão partidária. Mas como não estou investido do cargo de senador da República, não posso considerar a avaliação da proposta no momento. Meu objetivo é, com responsabilidade e muito trabalho, cumprir um mandato que orgulhe os mineiros e as mineiras, independente de governos ou ideologias”, disse.

O Antagonista ouviu de dois senadores experientes que nem Pacheco, ainda pré-candidato do PSD ao Planalto, nem Gilberto Kassab, presidente do PSD, gostavam da ideia de o partido ter um líder bolsonarista, sobretudo em ano eleitoral.

Em dezembro de 2021, como noticiamosFernando Bezerra Coelho (MDB-PE) entregou a função após um derrota acachapante na disputa por uma vaga no Tribunal de Contas da União (TCU). O emedebista recebeu somente sete votos e culpou o Planalto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....