Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pedro Guimarães: MP pede investigação do TCU por “flagrante violação ao princípio da moralidade”

O ex-presidente da Caixa, que caiu na quarta-feira (29), é alvo de série de denúncias de assédio sexual e moral, como revelado pelo site Metrópoles no início da semana
Pedro Guimarães: MP pede investigação do TCU por “flagrante violação ao princípio da moralidade”
Reprodução

O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU) entrou, na quinta-feira (30), com uma ação na corte para que essa investigue o agora ex-presidente da Caixa Pedro Guimarães (foto), após revelação de série de denúncias de assédio sexual e de assédio moral derrubarem-no do cargo na quarta-feira (29).

Segundo o pedido, assinado pelo subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, baseado nas acusações divulgadas pelo site Metrópoles no início da semana, Guimarães cometeu “flagrante violação ao princípio administrativo da moralidade”.

“Os fatos denunciados pelo jornal Metrópoles são de extrema gravidade, pois indicam conduta do Sr. Pedro Guimarães reprovável e incompatível com o exercício de presidente de uma das mais importantes instituições financeiras estatais”, argumentou Furtado.

“Quando praticado no âmbito da administração pública, o assédio gera a percepção, na sociedade, de que as instituições estatais não se pautam em valores morais nem são conduzidas segundo elevados padrões de conduta”, acrescentou.

Na quarta-feira, o TCU já havia anunciado apuração sobre os instrumentos de prevenção e combate ao assédio, tanto sexual quanto moral, dentro da Caixa.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....