Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pedro Guimarães é alvo de denúncias de assédio moral: “Eu que mando”

Um dos momentos de fúria do executivo ocorreu quando o banco aprovou uma norma que limitou a sua participação em conselhos da Caixa
Pedro Guimarães é alvo de denúncias de assédio moral: “Eu que mando”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Depois de ter sido alvo de denúncias de assédio sexual, o agora ex-presidente da Caixa Pedro Guimarães foi acusado de ter submetido seus principais subordinados a diversos tipos de constrangimentos.

Segundo o site Metrópoles, “com frequência, o executivo elevava a voz e usava palavreado grosseiro e até chulo para reagir a decisões tomadas pelos subordinados que o desagradavam”.

Um dos momentos de fúria de Pedro Guimarães ocorreu, segundo o site, quando executivos do banco aprovaram uma norma interna que estabeleceu um limite para a nomeação do então presidente para conselhos da Caixa.

“Após a decisão, ele só poderia ser remunerado pela atuação em, no máximo, dois conselhos. Na prática, a mudança representava menos dinheiro no bolso do então presidente”, registra o site.

Ele também reclamava de decisões que haviam sido tomadas por servidores, mas que não passaram pelo seu crivo.

“Caguei para a opinião de vocês, porque eu que mando. Não estou perguntando. Isso aqui não é uma democracia, é a minha decisão”, disse o executivo, segundo áudios obtidos pelo site.

Ouça:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....