Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Lula explicita que parou no tempo”

O Estadão, em editorial, diz que os ataques do PT à reforma trabalhista demonstram a "defesa do retrocesso"
“Lula explicita que parou no tempo”
Reprodução/Lula/YouTube

Em editorial, o Estadão comenta o desejo dos petistas de revogar a reforma trabalhista, classificada pelo jornal como “um dos principais avanços obtidos nos últimos anos.

Lula tem deixado claro que segue com as mesmas ideias equivocadas para o país. Sem nenhum rubor, explicita que parou no tempo, incapaz de reconhecer não apenas os erros lulopetistas, mas a própria realidade”, diz um trecho.

“A resistência de Lula à reforma trabalhista de 2017 não é, portanto, um aspecto acidental, uma incompreensão pontual, por assim dizer. Ela expõe, uma vez mais, a grande fissura que sempre existiu entre o discurso do PT em defesa dos direitos dos trabalhadores e a realidade da legenda, que desde suas origens priorizou os interesses dos sindicatos e das lideranças sindicais. Não há como tapar o sol com a peneira. Quem está verdadeiramente do lado dos trabalhadores não pode ser contrário ao fim da obrigatoriedade da contribuição sindical.”

Como mostramos, Lula (foto) e Gleisi Hoffmann têm demonstrado empolgação nas redes sociais com uma alegada revogação da reforma trabalhista espanhola, acordada entre governo, empresários e sindicatos de trabalhadores e falaram em derrubar mudanças implementadas no Brasil relacionadas ao tema, que entraram em vigor durante a gestão Michel Temer.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....