Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fux deve decidir sobre exigência de vacinação em instituições de ensino

As ações foram encaminhadas a Dias Toffoli, mas, com o Supremo de plantão, quem estará no comando até 9 de janeiro será o presidente da Corte
Fux deve decidir sobre exigência de vacinação em instituições de ensino
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Estão nas mãos de Luiz Fux, presidente do STF, duas ações que pedem a anulação do despacho do ministro da Educação, Milton Ribeiro, que proibiu as instituições de ensino federal de exigirem o comprovante de vacinação como requisito necessário ao retorno das atividades presenciais.

Originalmente, as ações foram encaminhadas ao gabinete do ministro Dias Toffoli, mas, com o Supremo em esquema de plantão, quem responderá pela Corte até 9 de janeiro será o presidente, ministro Luiz Fux. Na prática, Fux pode analisar o caso ou entender que não tem urgência e deixar a bola para Toffoli na volta do recesso, em fevereiro.

Como mostramos, a determinação foi publicada hoje no Diário Oficial da União. Segundo o parecer do Ministério da Educação, cada unidade de ensino terá seus próprios protocolos sanitários.

No STF, PT e PDT afirmam que a medida do governo Bolsonaro viola o direito à vida e à saúde e a autonomia universitária, e que exigir ou não o comprovante de vacinação é decisão de teor específico, que deve ser tomada por cada instituição de ensino superior, a depender das diretrizes sanitárias estabelecidas pelo estado em que estão situadas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....