Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“É uma inversão completa do conhecimento científico e insensatez”

Médicos contestam com evidências científicas "ponto a ponto" das argumentações de Angotti sobre o "kit Covid"
“É uma inversão completa do conhecimento científico e insensatez”
Foto: Walterson Rosa/MS

Um grupo de médicos liderado pelo pneumologista Carlos Carvalho, coordenador da Conitec, protocolou na sexta-feira (4), no Ministério da Saúde, um recurso que pede a revogação da portaria da pasta que defendeu a eficácia do “kit Covid”.

Os médicos solicitam também a publicação do protocolo redigido pela Conitec com orientações sobre o tratamento da Covid com base em evidências científicas atualizadas.

Como mostramos no mês passado, o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto, assinou uma nota técnica rejeitando o parecer da Conitec contrário aos remédios ineficazes do “kit Covid” no SUS. No texto, o secretário usa o termo “tratamento precoce”, que não aparece no parecer da Conitec.

Em entrevista ao Globo, o médico César Eduardo Fernandes, presidente da AMB, disse que o documento enviado à pasta comandada por Marcelo Queiroga contesta com evidências científicas “ponto a ponto” das argumentações de Angotti.

“O protocolo assinado por Angotti diz que o ‘kit covid’ tem evidência científica de eficácia e segurança e, de maneira irresponsável, inclui as vacinas como uma estratégia sem evidência de segurança e eficácia. É uma inversão completa do conhecimento científico e insensatez. Isso causou uma indignação na classe médica e das pessoas que foram convidadas pelo ministro Queiroga para ajudar a escrever esse documento.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....