Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ministério da Saúde rejeita relatório contra cloroquina

Parecer da Conitec, de maio de 2021, mostra que remédios do chamado "kit Covid" não funcionam
Ministério da Saúde rejeita relatório contra cloroquina
Foto: Tony Winston/MS

O secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto (foto), rejeitou nesta sexta (21) um relatório da Conitec que não recomenda o uso de hidroxicloroquina e outros medicamentos do chamado “kit Covid”.

A decisão foi publicada no Diário Oficial.

O relatório da Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS) é de maio de 2021. Foi submetido a consulta pública no mesmo mês.

O texto é claro:

“Recomendamos não utilizar cloroquina ou hidroxicloroquina em pacientes hospitalizados com COVID-19 (recomendação forte, certeza da evidência moderada).

Recomendamos não utilizar azitromicina, associado ou não a cloroquina ou hidroxicloroquina em pacientes hospitalizados com COVID-19 (recomendação forte, certeza da evidência moderada).”

Em seguida, a comissão acrescenta:

“A seguir foram realizadas algumas considerações gerais a respeito do uso de hidroxicloroquina, cloroquina e azitromicina no paciente hospitalizado com COVID-19:

– Não há evidência de benefício, seja no seu uso de forma isolada ou em associação com outros medicamentos;

– A cloroquina e a hidroxicloroquina não devem ser utilizadas, independentemente da via de administração (oral, inalatória ou outras);

– Pacientes em uso de cloroquina ou hidroxicloroquina devido a outras condições de saúde (ex. doenças reumatológicas, malária) devem manter o seu uso;

– Azitromicina pode ser utilizada na presença ou suspeita de infecção bacteriana, de acordo com orientações do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar local e/ou protocolos institucionais de uso de antimicrobianos.”

Em sua nota técnica, Hélio Angotti Neto cita várias vezes o termo “tratamento precoce”, que não aparece no relatório da Conitec.

Angotti Neto é leitor de Olavo de Carvalho, e esteve na delegação do governo que viajou a Israel para conhecer um spray nasal em desenvolvimento para proteger contra o vírus da Covid. Na quarta (19), a Anvisa cancelou o registro de um produto semelhante.

Leia mais:

Anvisa cancela registro de spray nasal israelense

‘Kit Covid’ ou ‘tratamento precoce’ aumenta risco de morte, dizem chefes de UTIs

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....