Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Com ataques à Lava Jato, relator defende Lei de Abuso de Autoridade: "O esperneio é válido"

O deputado Ricardo Barros (PP), relator da Lei de Abuso de Autoridade, resolveu defender a aprovação do projeto com provocações.

Ele disse a O Antagonista que “o esperneio é válido”.

“O texto é muito bom. Agora, o esperneio é válido. Sabemos como as coisas funcionam. Tenho certeza de que a Lei de Abuso de Autoridade coloca todos os brasileiros tendo que responder pelas suas ações.”

Barros acrescentou, jurando que o projeto — construído no Senado por Renan Calheiros e pelo ex-senador Roberto Requião — não tem nada a ver com a Lava Jato:

“A Lava Jato tem esta mania: tudo que não é de acordo com o pensamento deles, é um ataque à Lava Jato. Eu lamento. A Lava Jato não é uma instituição, é uma força-tarefa dentro de uma instituição, mas ela pensa que está acima dos 3 Poderes da República. Isso precisa mudar, isso não é bom para o Brasil. Temos que acabar com esse ímpeto de paralisar tudo, de quebrar todas as empresas.”

O deputado paranaense ainda emendou:

“Entendo a reação das corporações que se acham cerceadas no seu modus operandi, mas a lei não autoriza esses excessos que foram cometidos. Se estão agindo fora da lei, precisam ser enquadrados. Não há mais ninguém inimputável no Brasil.”

Leia também:

Relator confirma acordo para apenas um veto e sugere que Bolsonaro apoia Lei de Abuso de Autoridade

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....