Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Relator confirma acordo para apenas um veto e sugere que Bolsonaro apoia Lei de Abuso de Autoridade

Em conversa com O Antagonista, o deputado Ricardo Barros (PP), relator da Lei de Abuso de Autoridade, confirmou que o acordo feito com o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo, incluiu o veto presidencial de apenas um trecho: o que trata do uso de algemas.

“Somente esse veto [foi acordado]. O Ministério da Justiça queria vetar outros trechos, mas contestei tudo. Até que o presidente [Jair Bolsonaro] tome a sua decisão de veto, ele poderá acordar com os líderes e com o presidente da Câmara um novo entendimento. Mas não acho que haverá esse avanço. Se ele quiser vetar sem acordo, vai enfrentar uma derrubada.”

Barros ainda afirmou que “não tem veto consistente que mude o escopo” do projeto aprovado e chegou a sugerir que o próprio Bolsonaro foi vítima do que a nova lei define como “abuso de autoridade” e, por isso, seria favorável à proposta.

“Se você avaliar o tanto que ele [Bolsonaro] já foi atacado por abuso de autoridade na sua vida de homem público, você pode avaliar a disposição que ele tem para vetar ou acatar esse projeto.”

Leia também:

Com ataques à Lava Jato, relator defende Lei de Abuso de Autoridade: “O esperneio é válido”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....