Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

As primeiras pesquisas do ano

Uma primeira análise mostra que Quaest, Ideia e Ipespe aplicam metodologias diferentes que podem levar a resultados distintos e dificultar comparações
As primeiras pesquisas do ano
Foto: Fernando Araujo/Flickr, Saulo Rolim/Podemos e Isac Nóbrega/PR

As primeiras pesquisas de intenção de voto para as eleições de 2022 devem sair nesta semana. No Tribunal Superior Eleitoral, três foram registradas: Quaest/Genial, Ideia/Exame e Ipespe/XP. 

Como prevê a lei eleitoral, a partir de agora toda pesquisa divulgada precisa ser devidamente cadastrada no TSE, com detalhes sobre a metodologia, contratante e custo, além do questionário utilizado.

Perguntas direcionadas ou qualquer indício de manipulação pode ser alvo de impugnações.

Uma primeira análise mostra que Quaest, Ideia e Ipespe aplicam metodologias diferentes que podem levar a resultados distintos e dificultar comparações.

A do Instituto Ideia, encomendada pela Exame por R$ 27,9 mil, ouvirá 1,5 mil pessoas, entre os dias 7 e 13, através de “inquérito telefônico” em relação a 12 pré-candidatos, inclusive Aldo Rebelo, André Janones e Leonardo Péricles. Na lista de opções, o nome de Sergio Moro aparece depois de Jair Bolsonaro, Lula, Ciro Gomes e João Doria.

A da Quaest, encomendada pelo banco Genial por R$ 268 mil (o maior custo até agora), está ouvindo 2 mil pessoas em entrevistas presenciais domiciliares, com aplicação de questionários estruturados, entre os dias 6 e 12.

Na lista de pré-candidatos apresentada, Moro é colocado apenas como sexta opção, atrás de Bolsonaro, Lula, Ciro Gomes, João Doria e até Rodrigo Pacheco

A Quaest garante que os nomes aparecem de forma aleatória (randomizada) no tablet usado pelos entrevistadores.

A pesquisa do Ipespe, encomendada pela XP por R$ 42 mil, ouvirá por telefone, entre os dias 8 e 14, apenas 1 mil pessoas. Na região Sul, serão ouvidas somente 150 pessoas. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais — a maior das três.
Na lista de 9 pré-candidatos, os nomes aparecem em ordem alfabética. Apesar de explorar cenários de segundo turno com os cinco mais bem avaliados, a pesquisa considera apenas Lula e Bolsonaro ao questionar se um ou outro, caso eleito, irá governar “para todos ou apenas para seus eleitores”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....