Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Apoio do PSB a Lula não vai depender de federação partidária

União entre siglas de esquerda enfrenta gargalos, como a formalização de palanques locais em 2022 e peso das agremiações nas decisões
Apoio do PSB a Lula não vai depender de federação partidária
Foto: Lula/Twitter

Interlocutores do presidente do PSB, Carlos Siqueira, admitem que um eventual apoio do partido à candidatura majoritária de Lula (foto) nas eleições deste ano independe da formação de uma federação de partidos.

A possibilidade de união de partidos foi aprovada no ano passado pelo Congresso, como forma de dar sobrevida às siglas menores. Nas federações, os partidos têm estatuto comum e são obrigados a votar sob a mesma orientação na Câmara e no Senado, por quatro anos. Em contrapartida, contabilizam de forma conjunta o número de votos para as eleições de deputado federal e estadual.

PSB, PT, PV, PSOL e PCdoB articulam a formatação de uma federação de esquerda. Apesar disso, o consórcio de partidos tem esbarrado em detalhes como a metodologia de escolha de candidatos em 2022 e em 2024 e no peso de decisão de cada agremiação no consórcio partidário.

Interlocutores dos presidentes destes partidos já admitem que a federação de esquerda pode não ser formalizada pela falta de tempo hábil, já que elas deveriam estar formalizadas até o final de março.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....