Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

União lulista

Contra o apoio de Luciano Bivar a Sergio Moro, ACM Neto e Efraim Moraes formam a frente "lulista" dentro da União Brasil de olho em seus projetos estaduais
União lulista
Foto: Adriano Machado/Crusoé

ACM Neto (União Brasil) disse há pouco que Lula não é seu adversário, pois seus “oponentes são os candidatos ao governo da Bahia”. Não citou nomes, mas nem precisava. Claro está o acordo fechado nos bastidores com o chefão petista, para garantir a vitória do ex-prefeito de Salvador.

Lula trocou o competitivo Jaques Wagner (PT) pelo desconhecido Jerônimo Rodrigues (PT), enquanto o vice-governador João Leão (PP) “rompeu” com Rui Costa (PT), para apoiar, vejam só, ACM Neto. Para que não restem dúvidas, Leão já deixou claro que “apoiará Lula”, independente da chapa.

Há, há, há.

O enredo lulesco inclui as articulações do deputado Efraim Filho dentro da mesma União Brasil (criada a partir da fusão do DEM com PSL) contra a tentativa de Luciano Bivar de fechar uma frente de Terceira Via com Moro na cabeça de chapa. Efraim virou lugar-tenente de ACM Neto na legenda.

Aquele mesmo Efraim que foi delatado na Operação Calvário por receber R$ 2 milhões para apoiar o ex-governador Ricardo Coutinho, por sua vez acusado pelo MPF de comandar o esquema que desviou mais de R$ 130 milhões da educação da Paraíba.

No estado, o deputado trabalha para obter uma vaga no Senado e também pela reeleição de João Azevedo (PSB), outro delatado na Calvário e que já abriu palanque para Lula.

Lula já quis extirpar o DEM da vida pública. Quem diria que teria ajuda de ACM Neto e Efraim Filho?

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....