Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Dilma é culpa sua, Lula

Dilma Rousseff, responsável por uma das piores recessões da história do Brasil, é criação do chefão petista, assim como o mensalão e o petrolão
Dilma é culpa sua, Lula
Foto: Agencia Brasil

Lula (à esquerda na foto) faz de tudo para esconder Dilma Rousseff (à direita na foto) no armário, juntamente com os esqueletos da corrupção desenfreada e o apoio às ditaduras em Cuba e Venezuela. Como publicamos, em entrevista à CBN Vale do Paraíba, ele afirmou o seguinte:

O tempo passou, tem muita gente nova no pedaço e eu pretendo montar o governo com muita gente nova, muita gente importante e com muita experiência também. A Dilma é uma pessoa pela qual eu tenho o mais profundo respeito e carinho. A Dilma tecnicamente é uma pessoa inatacável, tem uma competência extraordinária. Onde ela, na minha opinião, erra é na políticaEla não tem a paciência que a política exige que a gente tenha para conversar, para ouvir as pessoas, para atender as pessoas mesmo quando você não gosta do que as pessoas estão falando. Eu sou daqueles políticos que se o cara estiver contando uma piada que eu já sei, não vou dizer que já sei essa. Não, conta outra vez. Tudo bem, se for necessário rir.”

Para tentar ocultar esse esqueleto, Lula reduziu Dilma Rousseff a uma mulher antipática e sem traquejo político — o que, efetivamente, ela é — e incluiu na sua fala uma grande mentira para fazer um pequeno elogio: a de que a ex-presidente é “tecnicamente inatacável, tem uma competência extraordinária”.

Dilma Rousseff foi um desastre ferroviário. Tanto é o que trem ainda não voltou aos trilhos. Foi responsável pela segunda maior recessão da história do Brasil, depois da causada pela crise de 1929, quando a quebradeira foi ampla, geral e irrestrita no mundo, por causa do crash da Bolsa de Nova York. Em 2015, o PIB caiu 3,8%; em 2016, encolheu 3,6%. A “Nova Matriz Econômica” de Dilma Rousseff foi uma reprise de erros cometidos no Brasil, antes do Plano Real. Para tentar esconder o desastre iminente, em 2014, a então presidente petista maquiou os números do Tesouro Nacional, estratagema que viria a ser chamado de pedaladas fiscais. Ao esconder a realidade das contas governamentais, ela conseguiu ser reeleita.  A descoberta da fraude levaria ao seu impeachment.

Dilma Rousseff escondeu o desastre — e a fraude — dos eleitores, mas não conseguiu ocultar de Lula. O chefão petista estava muito bem informado sobre tudo e sabia que a bomba estouraria no colo do seu partido, se algo não fosse feito. Tanto é que tentou ser o candidato do PT em 2014, mas teve o tapete puxado pela então presidente da República, no único episódio em que Lula perdeu as rédeas da organização que comanda.

O chefão petista conta com a falta de memória dos brasileiros, e ninguém jamais perdeu dinheiro apostando nela, a não ser os próprios brasileiros, que gostam de rasgar dinheiro elegendo gente incompetente e desonesta. Mas a história não se cancela: quem criou Dilma Rousseff, ao vendê-la como “gerentona” e “mãe do PAC”, entre outros epítetos francamente populistas, foi ele, Lula, num ato de completa irresponsabilidade para com o país. Dilma Rousseff foi a pessoa mais despreparada a ocupar a presidência da República, até aparecer Jair Bolsonaro, com quem a petista passou a ombrear, mas não em termos de recessão econômica. Nesse quesito, ela continua imbatível.

Dilma Rousseff é culpa de Lula, assim como o mensalão e o petrolão. Os esqueletos são grandes demais para caber no armário. Só não os verá quem não quiser.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....