Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ucrânia diz que russos não pararam de bombardear usina de Mariupol

Apesar de o governo de Vladimir Putin dizer que iria apenas bloquear o acesso a Azovstal, os civis abrigados no local continuam sob ataque
Ucrânia diz que russos não pararam de bombardear usina de Mariupol
Foto: Reprodução

A Prefeitura de Mariupol, no sul da Ucrânia, afirmou nesta sexta-feira (22) que as tropas de Vladimir Putin continuam a bombardear a usina siderúrgica Azovstal, onde estão abrigados centenas de militares e civis em bunkers subterrâneos.

Ontem, o Kremlin anunciou que havia desistido de tentar invadir o local. O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, disse que seria “impraticável” tentar entrar. Segundo ele, a nova estratégia seria apenas cercar a usina e manter o controle sobre o restante da cidade, que está sob ataque há cerca de 60 dias.

Autoridades locais afirmam que entre 300 e 1.000 pessoas, incluindo mulheres e crianças ainda podem estar na siderúrgica.

“Todos os dias eles lançam várias bombas em Azovstal. Lutas, bombardeios, bombardeios não param”, disse o porta-voz da prefeitura Petro Andryushchenko.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....