Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Turquia se opõe à entrada da Suécia e da Finlândia na Otan

Presidente Tayip Erdogan afirmou que os países escandinavos são "como uma casa de hóspedes para organizações terroristas"
Turquia se opõe à entrada da Suécia e da Finlândia na Otan
Foto: Wikimedia Commons

A Turquia se opôs à entrada da Finlândia e da Suécia na Otan. É a primeira vez que um membro da aliança militar do Ocidente se manifesta contra a adesão dos dois países escandinavos, que abandonaram a posição de neutralidade após a invasão da Ucrânia.

Apesar de fazer parte da Otan, a Turquia também mantém relações fortes com a Rússia, um de seus maiores parceiros comerciais. No entanto, oficialmente, o presidente Recep Tayyip Erdogan (à esquerda na foto) argumentou que a Finlândia e a Suécia “dão abrigo” a refugiados curdos que, segundo ele, fazem parte do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, o PKK — grupo considerado terrorista pela Turquia.

“Não temos uma opinião positiva. Os países escandinavos são como uma casa de hóspedes para organizações terroristas”, disse o presidente.

Diante da polêmica, os ministros de Relações Exteriores da Suécia, da Finlândia e da Turquia se reunirão neste sábado (14) em Berlim, na Alemanha, para discutir um acordo.

Desde que a Finlândia e a Suécia anunciaram a pretensão de entrar na Otan, o governo de Vladimir Putin fez uma série de ameaças, dizendo que levaria armamentos nucleares para a região da fronteira com os países.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....