Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Tenista Peng Shuai nega ter acusado ex-vice premiê da China de assédio sexual

Em entrevista ao jornal francês L'Équipe, a atleta, que foi dada como desaparecida, recuou e classificou o episódio como um "grande mal-entendido"
Tenista Peng Shuai nega ter acusado ex-vice premiê da China de assédio sexual
Foto: Robbie Mendelson - originally posted to Flickr as Peng Shuai

A tenista Peng Shuai (foto) negou, em entrevista ao jornal francês L’Équipe nesse fim de semana, ter sido assediada sexualmente pelo ex-vice premiê chinês Zhang Gaoli. A atleta, que foi dada como desaparecida, recuou das acusações que fez e classificou o episódio como um “grande mal-entendido”. 

Agressão sexual? Eu nunca disse que alguém tinha me assediado sexualmente. Eu exclui a mensagem porque quis. Este post resultou em um enorme mal-entendido, e o meu desejo é que o significado dessa publicação não seja mais distorcido.”

Em 2 de novembro, numa rede social chinesa, Peng Shuai disse ter sido estuprada anos atrás pelo ex-vice premiê. Meia hora depois, o post foi apagado, as redes sociais da tenista foram bloqueadas e as menções a ela sumiram da internet na China, sob forte censura do governo.

A atleta negou ter desaparecido e disse que manteve contato com pessoas próximas nos últimos meses.

“Muitas pessoas, como meus amigos do COI, me enviaram mensagens, e foi praticamente impossível responder todas. Mas sempre mantive contato com minhas amigas próximas, conversei também com a WTA.”

A tenista se reuniu no sábado, 5, com o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, durante os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022. Peng Shuai disse que teve uma conversa “agradável” com ele.

“Ele [Bach] perguntou se eu pensava em voltar a competir, quais eram meus projetos, o que prevejo, etc”, afirmou a atleta chinesa durante a entrevista, que foi publicada hoje.

No últimos meses, a tenista chegou fazer duas videochamadas com Thomas Bach. No entanto, o presidente do COI não deu detalhes sobre as conversas. Em meio à polêmica, a Associação de Tênis Feminino (WTA) tem exigido explicações da China sobre a situação de Peng.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....