Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Rússia fez ataques virtuais ao Brasil e mais 41 países desde invasão à Ucrânia

Levantamento está em relatório da Microsoft sobre o tema; governos e agências não governamentais em todos os continentes foram atacados
Rússia fez ataques virtuais ao Brasil e mais 41 países desde invasão à Ucrânia
Foto: Oleg Shakurov/Pixabay

Desde o início da invasão da Ucrânia, em fevereiro, forças de tecnologia russa já atacaram alvos virtuais em 42 países, incluindo o Brasil. Os atingidos são normalmente agências governamentais e organizações não-governamentais (ONGs) que promovem algum tipo de apoio ao Estado ucraniano durante a guerra.

As informações estão em um novo relatório da gigante de tecnologia Microsoft, que aponta 128 alvos atacados por grupos de cyber ataques ligadas ao Kremlin. O Brasil foi o único país da América do Sul que foi atacado – na América Latina, também o México verificou interferências.

A maior parte dos ataques, no entanto, foi direcionada a estados-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), que concentra o poderio militar e a resistência contra as tropas russas. A empresa norte-americana contabiliza que 63% dos ataques foram encaminhados a países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França e Alemanha.

O presidente da Microsoft, Brad Smith, disse que o dados mostram a importância da defesa da democracia, também em ambiente virtual. A guerra na Ucrânia nos dá não apenas lições, mas um convite para tomar medidas efetivas que serão vitais para a proteção do futuro da democracia”, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....