Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Que não haja psicose", diz presidente do México sobre mortes por Covid-19

Um dia depois de o México registrar o recorde de mortes por Covid-19 desde o início da epidemia no país, o presidente Andrés Manuel López Obrador pediu para que as pessoas não entrem em “pânico”.

Ontem, as autoridades sanitárias mexicanas informaram que foram registradas 1.092 mortes causadas pelo novo coronavírus em 24 horas. No total, são 11.729, além de 101.238 infectados.

“Isso aconteceu porque foi feito um ajuste nas mortes que ocorreram anteriormente e que não foram registradas ou não foram regulamentadas, e houve esse processo de atualização. Mas isso não significa que mil pessoas morreram em um dia”, tentou explicar Obrador.

“Que não haja psicose, que não haja medo e que, ao mesmo tempo, não prestemos atenção ao sensacionalismo”, completou o líder mexicano.

No início da pandemia, Obrador minimizou a Covid-19 e foi muito criticado pela imprensa mexicana e por especialistas da saúde por ter demorado a agir no combate ao novo coronavírus.

É o Bolsonaro mexicano, só que em uma versão à esquerda.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....