Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

OMS diz que países estão impondo "medidas cegas" contra Ômicron

Tedros Adhanom, diretor da entidade, disse que algumas medidas podem não ser necessárias e penalizam os países do continente africano
OMS diz que países estão impondo “medidas cegas” contra Ômicron
Reprodução/OMS/YouYube

O diretor da OMS, Tedros Adhanom (foto), afirmou nesta terça-feira (30) estar preocupado com as restrições que mais de 50 países estão impondo para conter a disseminação da variante Ômicron da Covid.

Segundo ele, algumas medidas podem não ser necessárias e acabam penalizando os países da África, onde a cepa foi descoberta.

“Eu entendo bem a preocupação de todos os países de proteger seus cidadãos contra uma variante que ainda não entendemos completamente. Porém estou igualmente preocupado que os Estados-membros estão introduzindo medidas cegas e genéricas que não são embasadas por evidências ou efetivas por si só, e que irão apenas piorar as desigualdades.”

Até o momento, segundo a OMS, 56 países aplicam restrições de viagem para conter a doença.

Para Tedros, os países devem adotar uma abordagem “informada por evidências e guiada pelo risco”, como quarentena e triagem de passageiros internacionais.

Ontem, a OMS declarou que a nova variante representa um “risco muito elevado” para o mundo.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....