Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O antissemitismo da Rússia na invasão da Ucrânia

O ministro de Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, afirmou que o nazista Adolf Hitler "tinha sangue judeu"
O antissemitismo da Rússia na invasão da Ucrânia
Foto: Mitya Aleshkovsky/TASS/Kremlin

Quanto mais a invasão russa da Ucrânia se revela um desastre, mais as autoridades do Kremlin sobem o tom ideológico, diz a Crusoé. Neste domingo, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov (foto), afirmou que o nazista Adolf Hitler “tinha sangue judeu”.

“A declaração ocorreu durante um um programa na televisão italiana, em que Lavrov foi questionado sobre o argumento usado pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, ao anunciar a invasão da Ucrânia, em 24 de fevereiro.”

“Nesse dia, Putin disse que era preciso ‘desnazificar’ o país vizinho. Horas depois, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, questionou a justificativa, dizendo que ele próprio era judeu. No domingo, Lavrov tentou contornar essa contradição óbvia lançando dúvidas sobre o comportamento dos judeus.”

LEIA MAIS AQUI; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....