Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ministro da Economia da Argentina renuncia

Anúncio é visto como uma derrota política do presidente Alberto Fernández em sua disputa com Cristina Kirchner
Ministro da Economia da Argentina renuncia
Foto: Reprodução

O ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán (foto), renunciou ao cargo neste sábado (2). Em publicação nas redes sociais, ele escreveu uma carta direcionada ao presidente Alberto Fernández.

A renúncia é vista como uma derrota política do presidente argentino em sua disputa com a vice Cristina Kirchner. Em junho, em meio a pressões da ala kirchnerista, Fernández demitiu o então ministro da Produção argentino.

“Com a profunda convicção e confiança em minha visão do caminho que a Argentina deve seguir, continuarei trabalhando e agindo por uma Pátria mais justa, livre e soberana”, escreveu Martín Guzmán.

“O momento pede que quem o senhor designe assuma as rédeas do Ministério que até hoje tive a honra de comandar. Com base na experiência que tive, considero ser primordial que trabalhe em um acordo político dentro da coalizão governante para que quem me substituir, e que terá essa alta responsabilidade, conte com uma gestão centralizada e com os instrumentos de política macroeconômica necessários para consolidar os avanços descritos e fazer frente aos desafios que virão.”

Guzmán assumiu o posto em dezembro de 2019 com a missão de conseguir renegociar a dívida com o FMI. Antes de entrar no governo, ele tinha uma longa passagem acadêmica em renegociação de dívidas e desenvolvimento.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....