Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Médicos cubanos vivem escravidão no México

Com a saída dos médicos cubanos do Brasil, os governos de Equador e Bolívia também decidiram cancelar os acordos com a ilha comunista.

Segundo a Crusoé, os cubanos passaram a ir ao México, em abril deste ano, para prestar serviços de saúde.

Ao todo, há 765 médicos cubanos espalhados pelo México. O governo paga 10,7 mil dólares de salário para cada um, mas eles embolsam apenas 220 dólares — o restante do dinheiro vai para a ditadura cubana.

Leia mais na Crusoé.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....