Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lockdown: 2 bebês morrem na China após hospitais negarem atendimento a grávidas

Casos ocorreram na cidade de Xian, que está em confinamento há quase 2 semanas; país tem adotado política de 'Covid zero'
Lockdown: 2 bebês morrem na China após hospitais negarem atendimento a grávidas
Foto: Reprodução

A cidade chinesa de Xian, de 13 milhões de habitantes, foi submetida a um lockdown há treze dias após a descoberta de três casos de Covid, diz a Crusoé. O comércio foi fechado e moradores só podem sair de casa com autorização especial. Para sobreviver, eles têm trocado alimentos entre si.

“Esta semana, um vídeo publicado nas redes sociais mostra uma grávida de oito meses sentada do lado de fora do Hospital Xian Gaoxin (foto), com sangramento nas pernas. A mulher não pôde entrar imediatamente na clínica porque seu teste de Covid tinha expirado há quatro horas. Ela só foi admitida depois que a hemorragia piorou muito. ‘O bebê morreu no útero depois de oito meses de gravidez porque o atendimento atrasou’, diz a sobrinha da paciente, no vídeo.”

Outra grávida, de sobrenome Wang, publicou nesta quarta, 5, uma mensagem dizendo que foi recusada em diversos hospitais, mesmo com sangramento, no dia 29 de dezembro. Ela só foi atendida após fazer um teste de Covid, mas teve de abortar.”

LEIA AQUI; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....