Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Homem que tentou matar Reagan é solto após 41 anos

John Hinckley Jr., que atirou no então presidente dos EUA em 1981, foi libertado após um tribunal de Washington dizer que ele não é mais uma ameaça
Homem que tentou matar Reagan é solto após 41 anos
Foto: Reprodução, YouTube

John Hinckley Jr. (foto), que em 1981 tentou matar a tiros o então presidente dos EUA, Ronald Reagan, foi libertado nesta quarta-feira (15), seis anos depois de deixar um hospital psiquiátrico, informa a France Presse.

“No início de junho, um tribunal de Washington decidiu que, após décadas de tratamento e exames psiquiátricos, Hinckley, hoje com 67 anos, não é mais uma ameaça, e as condições impostas a ele após sua libertação seriam suspensas em 15 de junho”, escreve a agência.

Em 30 de março de 1981, Hinckley atirou em Reagan e outras três pessoas perto de um hotel na capital americana. Ele alegou ter feito isso para impressionar a atriz Jodie Foster, por quem ficou obcecado depois de assistir ao filme “Taxi Driver”.

O presidente, assim como as demais vítimas, sobreviveu ao ataque —Reagan cumpriu dois mandatos na Casa Branca e morreu em 2004, aos 93 anos. Os tiros de Hinckley deixaram o porta-voz da Presidência, James Brady, parcialmente paralisado e em uma cadeira de rodas. Brady morreu em 2014.

Em 1982, o atirador foi considerado inimputável com base em sua condição psicológica e enviado a um hospital psiquiátrico em Washington, onde passou 34 anos. Nos últimos anos, Hinckley tem publicado vídeos de música no YouTube.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....