Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo do Cazaquistão renuncia após protestos contra aumento dos combustíveis

Manifestações deixaram quase 100 policiais feridos; Alikhan Smailov foi nomeado premiê interino
Governo do Cazaquistão renuncia após protestos contra aumento dos combustíveis
Reprodução/Twitter

O presidente do Cazaquistão, Kassym-Jomart Tokayev, aceitou nesta quarta-feira (5) a renúncia do primeiro-ministro, Askar Mamin, após protestos contra o aumento no valor dos combustíveis.

Na prática, significa a queda de todo o governo. Alikhan Smailov foi nomeado premiê interino.

“Os membros do governo continuarão a exercer as suas funções até à formação da sua nova composição”, informou o gabinete presidencial em comunicado.

Quase 100 policiais ficaram feridos nas recentes manifestações. Forças de segurança usaram gás lacrimogêneo e granadas de choque na noite de terça-feira (4) para expulsar centenas de manifestantes da praça principal de Almaty, a maior cidade da ex-República Soviética. Os confrontos na região duraram horas. Segundo a polícia, mais de 200 pessoas foram detidas.

Os protestos começaram por causa da alta nos preços do gás liquefeito de petróleo (GLP), usado frequentemente como combustível no oeste do Cazaquistão. Ontem, Tokayev afirmou que os valores iriam cair nos próximos dias.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....