Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Equador decreta emergência após atos contra alta do combustível

Desde a última segunda-feira, indígenas protestam em três províncias; estado de emergência terá duração de 30 dias
Equador decreta emergência após atos contra alta do combustível
Foto: Jhonatan Miranda/Presidência do Equador

O presidente do Equador, Guillermo Lasso (foto), decretou nesta sexta-feira (17) estado de emergência em três províncias do país, incluindo a capital, Quito, após a onda de protestos contra o aumento do preço dos combustíveis e do custo de vida.

O estado de emergência terá duração de 30 dias e permite, entre outras coisas, a mobilização das Forças Armadas para apoiar a polícia na garantia da ordem interna. Também foi imposto um toque de recolher noturno das 22h às 5h.

Desde a última segunda-feira, indígenas protestam nas três províncias afetadas pelo estado de emergência Além de protestar contra o preço da gasolina, eles pedem a renegociação de dívidas dos trabalhadores rurais com bancos e contra o desemprego.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....