Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Diplomata russo que renunciou na ONU: "Nunca senti tanta vergonha"

Boris Bondarev escreveu uma carta de despedida e fez duras críticas a Vladimir Putin em razão da invasão da Ucrânia
Diplomata russo que renunciou na ONU: “Nunca senti tanta vergonha”
Foto: RIA Novosti / Alexey Nikolsky

O conselheiro da Rússia na ONU em Genebra, Boris Bondarev, renunciou nesta segunda (23), informa a Crusoé. Em uma carta de despedida, ele afirmou que “nunca sentiu tanta vergonha de seu país” após a invasão da Ucrânia, em 24 de fevereiro, decretada pelo presidente Vladimir Putin (foto).

“Ao longo de vinte anos na minha carreira diplomática, vi diferentes mudanças na política externa, mas nunca senti tanta vergonha do meu país como no dia 24 de fevereiro deste ano. A guerra agressiva desencadeada por Putin contra a Ucrânia, e contra todo o Ocidente, não é apenas um crime contra o povo da Ucrânia, mas também, talvez, um crime ainda mais grave contra o povo da Rússia, com uma grande letra ‘Z’ cruzando todas as esperanças e perspectivas de uma sociedade livre e próspera no nosso país”, diz um trecho da carta.

LEIA MAIS AQUI; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....