Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Deputados franceses são ameaçados de morte por defender passaporte da vacina

Parlamento discute lei que torna obrigatório que maiores de 12 anos apresentem certificado de imunização para entrar em locais como bares e restaurantes
Deputados franceses são ameaçados de morte por defender passaporte da vacina
Pixabay

Deputados aliados do governo do presidente Emmanuel Macron disseram ter recebido ameaças de morte, em meio à discussão no parlamento sobre uma lei envolvendo o passaporte da vacina.

Pela nova regra, o passe sanitário substituiria a exigência de apresentação de um teste com resultado negativo para Covid. Se a lei for aprovada, maiores de 12 anos precisarão mostrar o certificado de imunização para entrar em locais como bares, restaurantes e trens.

Nessa segunda (3), durante o início do debate, a deputada Yael Braun-Pivet, do partido Em Marcha, disse que os parlamentares não vão ceder às pressões. A França já vacinou 77% da população e começou a aplicar dose de reforço, para tentar conter o avanço da variante Ômicron.

Apesar disso, mais de 4 milhões de adultos não se vacinaram, incluindo mais de um 1 milhão de pessoas com mais de 65 anos. O ministro da Saúde, Oliver Veran, afirmou que o objetivo do governo com a medida “é salvar vidas, e não restringir liberdades”.

Leia também:

França anuncia uso obrigatório de máscaras para crianças

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....