Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Crusoé: que ONU, que nada

Decisão Comitê de Direitos Humanos não é um parecer da organização internacional, não inocenta Lula, não condena Moro e só serve como trunfo político para o petista
Crusoé: que ONU, que nada
Foto: Ricardo Stuckert

Muitas organizações internacionais têm nomes parecidos, lembra a Crusoé. Algumas contam com departamentos batizados da mesma forma que outra organização vizinha. E tudo pode ficar ainda mais confuso quando traduzido para idiomas diferentes. Assim, ainda que esses órgãos sejam bem-intencionados, a desinformação em torno deles pode ser manipulada para fins políticos.

“Foi o que aconteceu no final de abril, quando o Comitê de Direitos Humanos divulgou uma decisão considerando que o Estado brasileiro violou direitos de Lula. A notícia foi dada como se a ONU tivesse condenado o trabalho do ex-juiz Sergio Moro e inocentado o ex-presidente Lula. Não é nada disso. Algumas considerações, portanto, são necessárias.”

“A primeira é sobre a ideia de que a ONU é que teria se pronunciado sobre o caso levado pelos advogados petistas para o Comitê em julho de 2016, quando Lula ainda não tinha sido condenado. Na verdade, são duas organizações com estruturas distintas.”

LEIA MAIS AQUI; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....