Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Assessor internacional de Bolsonaro tenta limpar a barra do chefe: "Cautela"

Filipe G. Martins afirmou que "há pouca gente no debate público brasileiro" com preparo para opinar sobre invasão da Rússia pela Ucrânia
Assessor internacional de Bolsonaro tenta limpar a barra do chefe: “Cautela”
Foto: Reprodução/Instagram

O assessor para Assuntos Internacionais da Presidência da República Filipe G. Martins foi ao Twitter comentar a invasão da Ucrânia pela Rússia. Na visão dele, apesar das investidas de Vladmir Putin, ainda é necessário “agir com cautela” antes de condenar as ações do presidente russo.

“É hora de fazer economia de opinião, buscar compreender a situação em termos factuais em vez de agir como se estivéssemos falando de futebol ou de BBB, e agir com cautela, orientando-nos pelo primado do direito internacional e não pelas preferências políticas do momento”, declarou Martins, considerado um dos principais auxiliares de Bolsonaro na área de política externa.

“Há pouca gente no debate público brasileiro, seja na grande mídia, seja nas redes sociais, com o preparo necessário para lidar com uma situação tão complexa quanto a que está se desenrolando na Ucrânia. Portanto, tomem muito cuidado com as informações nos próximos dias”, afirmou o assessor.

“O presidente e o Estado brasileiro estão acompanhando a situação de perto e envolvidos na busca de soluções em linha com a tradição brasileira de defesa do primado do direito internacional, sobretudo os princípios da não intervenção, da soberania e da integridade territorial”, concluiu.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....