Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Reação à compra do Twitter por Elon Musk vai da histeria ao autoengano

Bilionário vem se mostrando inconformado com o fato de as redes sociais terem adquirido um imenso poder moderador e até mesmo censório, escreve Mario Sabino
Reação à compra do Twitter por Elon Musk vai da histeria ao autoengano
Foto: Divulgação

Na Crusoé, Mario Sabino escreve sobre as reações à notícia da compra do Twitter pelo bilionário Elon Musk (foto). “A reação da esquerda (….) não pode ser considerada menos do que histérica. A reação da direita mais extremada também é de um entusiasmo que julgo ser produto de autoengano”.

“Musk, que é de direita, mas não um conservador, vem se mostrando inconformado com o fato de as redes sociais terem adquirido um imenso poder moderador e até mesmo censório, a pretexto de combater a difusão de fake news e conter o discurso de ódio. (…)

“A direita mais extremada está feliz porque acha que, sob Elon Musk, o Twitter se tornará terra de ninguém. Mas, como ele promete dar um fim aos robôs e autenticar quem é de carne e osso, imagina-se que ficará mais difícil espalhar fake news e fazer discursos de ódio impunemente. A esquerda está histérica pelo mesmo motivo: acha que, sob Elon Musk, o Twitter se tornará terra de ninguém para a direita mais extremada, como se o pessoal do seu campo ideológico não propagasse notícias falsas e não pregasse a destruição dos adversários.”

LEIA AQUI a íntegra do artigo; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....