Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Secretária acusa presidente da CBF de assédio sexual

Funcionária da confederação protocolou denúncia formal contra Rogério Caboclo nesta sexta (4); em fitas gravadas, dirigente faz investidas indevidas e pergunta se ela se masturba
Secretária acusa presidente da CBF de assédio sexual
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Uma funcionária da CBF acusou formalmente o presidente da entidade, Rogério Caboclo, de tê-la assediado moral e sexualmente, informam os repórteres Gabriela Moreira e Martín Fernandez, da Globo.

A denúncia, que inclui fitas gravadas, foi protocolada pela secretária —que trabalha na confederação há nove anos— nesta sexta (4), na Comissão de Ética da CBF e na Diretoria de Governança e Conformidade.

Segundo Lauro Jardim, “o tom de assédio sexual nas fitas é incontestável”. Uma delas traz um diálogo de doze minutos ocorrido há cerca de três meses no gabinete de Caboclo, no Rio de Janeiro.

O presidente da CBF relata fatos íntimos de seu casamento, ao que a secretária responde: “Chefe, eu não vou entrar no assunto da vida sexual de vocês. Não sou a melhor conselheira”. No trecho final da gravação, Caboclo pergunta à secretária: “Você se masturba?” Ela responde “eu estou ficando sem graça. Não quero falar disso” e pede que a conversa se encerre.

Em outro diálogo, de cerca de 40 minutos, o dirigente faz investidas também de modo indevido. Segundo a secretária relatou a pessoas próximas, ela resolveu gravar o chefe porque não suportava mais ser assediada.

O caso já era conhecido no alto escalão da CBF, que discutiu a renúncia de Caboclo. Ele resiste à ideia e alega que a secretária era uma pessoa “da minha casa, da minha intimidade”. Também se diz vítima de boatos alimentados por pessoas interessadas na sua sucessão.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....