Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Urgente: BC aumenta Selic para 9,25% e sinaliza nova alta de 1,5 ponto percentual

Copom indicou mais uma elevação no próximo encontro, em fevereiro; analistas debatem agora o tamanho do ciclo de juros, que deve ultrapassar 11% em 2022
Urgente: BC aumenta Selic para 9,25% e sinaliza nova alta de 1,5 ponto percentual
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu há pouco aumentar os juros em 1,5 ponto percentual, para 9,25% ao ano. O Banco Central ainda sinalizou que promoverá nova alta de 1,5 ponto percentual na próxima reunião do colegiado, marcada para 1º e 2 de fevereiro do próximo ano.

Essa foi a sétima alta consecutiva. Com isso, a taxa atingiu o maior patamar em quatro anos. Em julho de 2017, a Selic foi reduzida de 10,25% ao ano para 9,25% ao ano.

“O Copom considera que, diante do aumento de suas projeções e do risco de desancoragem das expectativas para prazos mais longos, é apropriado que o ciclo de aperto monetário avance significativamente em território contracionista. O Comitê irá perseverar em sua estratégia até que se consolide não apenas o processo de desinflação como também a ancoragem das expectativas em torno de suas metas. Para a próxima reunião, o Comitê antevê outro ajuste da mesma magnitude”, informou o BC.

O comunicado surpreendeu o mercado com o BC sinalizando que manterá o ritmo de alta de 1,5 ponto percentual. Com isso, a taxa chegará a 10,75% em fevereiro e os analistas debatem agora a percentual da Selic ao fim do ciclo de elevação.

Um grupo espera que os juros ultrapassem os 12%. Outros economistas dizem que a fraqueza da atividade econômica ajudará no controle da inflação e a taxa não precisará superar o patamar de 11,5%.

A alta da Selic terá um efeito direto no rendimento da poupança. Desde 4 de maio de 2012, a caderneta passou a ter dois tipos de remuneração. As aplicações feitas até 3 de maio daquele ano continuaram rendendo 0,5% ao mês mais TR (Taxa Referencial, que atualmente está zerada), ou seja, 6,17% ao ano.

A regra determina que toda vez que a Selic ficar abaixo de 8,5% ao ano, o rendimento será de 70% da Selic mais TR. Como o Banco Central aumentou os juros de 7,75% para 9,25%, a remuneração da poupança aumentará para 0,5% ao mês mais TR e totalizará 6,17% ao ano.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....