Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Sergio Moro descarta CPMF: "Não é disso que os brasileiros precisam"

O ex-juiz disse há pouco, no Twitter, que apenas Affonso Celso Pastore está autorizado a falar em nome de seu comitê econômico de campanha
Sergio Moro descarta CPMF: “Não é disso que os brasileiros precisam”
Foto: Saulo Rolim / Sérgio Lima / Danilo Martins - Podemos

Sergio Moro (foto) descartou nesta quinta-feira (13) a possibilidade de implementar um imposto nos moldes da CPMF se for eleito presidente.

No Twitter, o ex-juiz afirmou que apenas Affonso Celso Pastore está autorizado a falar em nome da coordenação de suas propostas para a Economia.

Segundo Moro, o Brasil não precisa da CPMF.

“Por conta de informações erradas que têm circulado na imprensa, esclareço: além de mim, apenas Affonso Pastore responde pela coordenação do meu programa econômico. A volta da CPMF e o aumento de impostos estão fora de cogitação. Não é disso que os brasileiros precisam.”

Na terça-feira (11), o UOL publicou que Marcos Cintra estava criando um plano econômico para Moro e defendia o “fim do preconceito contra a CPMF”.

Cintra foi secretário da Receita durante o governo de Jair Bolsonaro. Ele foi demitido justamente por defender a criação de um tributo semelhante à CPMF.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....