Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Secretário de Guedes contradiz Bolsonaro sobre corte de imposto da gasolina

Esteves Colnago defendeu a redução de tributos sobre o diesel, já aprovada pelo Congresso, mas disse que fazer o mesmo com a gasolina "não é boa política"
Secretário de Guedes contradiz Bolsonaro sobre corte de imposto da gasolina
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Após Jair Bolsonaro defender a redução de tributos sobre a gasolina, o secretário de Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago (foto), disse que essa “não é uma boa política” porque beneficia principalmente a classe média alta, registra o Estadão.

Em entrevista coletiva nesta terça, 22, o secretário de Paulo Guedes defendeu o corte de impostos sobre o diesel, já aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente —a medida, que representará renúncia anual de R$ 19 bilhões, resultará em R$ 0,33 a menos no preço do litro do combustível nas bombas.

“Reduzir tributo sobre diesel é diferente porque atende quem transporta alimentos, quem usa transporte público. É muito caro reduzir tributo para gasolina. Entendemos que podem ter políticas melhores”, afirmou Colnago.

Questionado sobre novas medidas para conter a alta dos combustíveis, o secretário disse que é o momento de “aguardar” o efeito das ações já anunciadas.

Ontem, o governo também zerou o Imposto de Importação do etanol, o que, nas contas da equipe econômica, pode representar uma economia de R$ 0,20 no litro da gasolina.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....