Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Secretário da Economia diz que questões fiscais dificultam o trabalho do Banco Central

A afirmação do secretário especial de Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago, foi feita durante evento que premia monografias sobre finanças públicas
Secretário da Economia diz que questões fiscais dificultam o trabalho do Banco Central
Reprodução

O secretário especial de Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago (foto), afirmou há pouco que o trabalho do Banco Central é dificultado pelo que chamou de “questão fiscal”.

“No nosso país temos uma questão fiscal muito presente que, de alguma forma, tem dificultado o trabalho do Banco Central. A gente vem fazendo um bom serviço, adotando várias ancoras fiscais, mas mesmo assim os desafios estão postos. O Brasil e outros países tiveram um gasto muito grande na pandemia para protegerem as pessoas. Agora teremos que fazer, de alguma forma, um pouso nesse sentido”, disse.

Na prática, Colnago quis dizer que as irresponsabilidades cometidas pelo governo para tentar reeleger Jair Bolsonaro, como aprovar a PEC do Precatórios, aumentaram os prêmios de risco e pressionam a inflação. Com isso, o BC precisa subir os juros ainda mais. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....