Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Rodovias federais amanhecem sem bloqueios de caminhoneiros

Segundo a PRF, até às 8h, não havia registro de interdição parcial ou total das pistas; apesar disso, veículos ainda são escoltados em Santos
Rodovias federais amanhecem sem bloqueios de caminhoneiros
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) determinou aos caminhoneiros que estão parados no acostamento da BR-040, em frente à Refinaria Duque de Caxias (Reduc), que retirem os caminhões.

No segundo dia de manifestações, a greve dos caminhoneiros continua com baixa adesão. Até às 8h, não havia registro de bloqueio parcial ou total em rodovias federais ou em portos, informou a PRF.

Convocada para cobrar mudança no cálculo do preço do diesel, a paralisação dividiu a categoria. O governo também obteve liminares que proíbem o bloqueio de rodovias federais em 20 estados. 

Ontem, cerca de 40 manifestantes que estavam às margens da BR-116/RJ (Dutra), em Barra Mansa/RJ, tentaram bloquear o trânsito na rodovia no início da noite. Segundo a PRF, após 30 minutos, o grupo foi retirado do local e poucos ainda permanecem protestando. 

No porto de Santos, o número de manifestantes diminuiu consideravelmente. Apesar disso, a Polícia Militar de São Paulo e a Guarda Portuária ainda fazem a escolta de caminhões para evitar bloqueios no local.

Integram a paralisação CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas), Abrava (Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores), CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística) e Sindicam (Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira).

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....