Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PT defende intervenção nos preços dos combustíveis

Jean Paul Prates, que relatará proposta sobre o assunto no Senado, criticou "política de preços da paridade internacional" e propôs interferência no mercado
PT defende intervenção nos preços dos combustíveis
Foto: Roberto Parizotti/Fotos Públicas

Em entrevista ao UOL, o senador Jean Paul Prates, do PT potiguar, defendeu intervenção do governo para segurar os preços dos combustíveis —mais ou menos como o Centrão (Arthur Lira) e o próprio Jair Bolsonaro, de olho nas eleições, já fizeram.

Prates comentava declarações de Rodrigo Pacheco —o presidente do Senado prometeu analisar o projeto para segurar o preço dos combustíveis no início de fevereiro, quando se encerra o recesso parlamentar. O petista será o relator da proposta na Casa.

Para ele, não há outra solução senão interferir no mercado. “O presidente da Câmara [Lira] hoje acordou atiçado com a movimentação de cidadãos brasileiros que têm sentido essa política de preços da paridade internacional, que não alivia nem um pouco porque o preço internacional agora está [causando] um efeito direto na bomba”, declarou Prates.

“O que acontece lá fora imediatamente é refletido aqui. Somado ao efeito do dólar e a desvalorização da nossa moeda, a receita do insucesso é essa que está aí, preços lá nas alturas”, prosseguiu o petista. “Porém a mágica consiste em não desfavorecer a ponto de afugentar investimentos de refino e importação de combustível.”

Sim, e todo mundo confia muito no PT —assim como em Arthur Lira e Bolsonaro— para realizar essa “mágica”. Vai dar tão certo quanto Dilma Rousseff segurando as tarifas de energia elétrica.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....