Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PEC kamikaze: oposição quer transformar Auxílio Brasil de R$ 600 em benefício permanente

Na época, o governo queria que o piso de R$ 400 do programa fosse temporário, mas o Planalto foi derrotado por ação do Poder Executivo
PEC kamikaze: oposição quer transformar Auxílio Brasil de R$ 600 em benefício permanente
Divulgação: Câmara dos Deputados

Integrantes da comissão especial apresentaram há pouco um relatório paralelo tornando  permanentes o Auxílio Brasil no valor de R$ 600 e o Auxílio Gás. O texto foi apresentado pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO), também assinado pelo líder do PSB na Câmara, Bira do Pindaré (PSB-MA),

O documento de Elias Vaz estabelece que, no Auxílio Gás, deve ser repassado a cada bimestre uma parcela adicional de 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 quilos de GLP, estabelecido pelo Sistema de Levantamento de Preços (SLP) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), nos seis meses anteriores.

“Nós queremos tirar o caráter eleitoreiro dessa PEC, mesmo porque a população mais vulnerável não precisa de socorro apenas nesses meses. O Brasil está mergulhado em uma das piores crises da história e a economia não vai se recuperar de um dia para o outro. É fundamental combater esta situação de extrema pobreza e fome a que o atual governo conduziu boa parte do povo”, afirma Elias Vaz (foto).

Uma brecha semelhante foi instituída pelo Senado em maio deste ano, durante a tramitação da MP que alterou o Bolsa Família. Na época, o governo queria que o piso de R$ 400 do programa fosse temporário; mas com a intervenção dos senadores, o valor virou patamar permanente do Poder Executivo.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....