Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Conselho Monetário Nacional define meta de inflação de 3% para até 2025

Presidido pelo ministro da Economia Paulo Guedes, o CMN não alterou suas metas para até 2023 e 2024, também na casa dos 3%
Conselho Monetário Nacional define meta de inflação de 3% para até 2025
Foto: Agência Brasília

O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu nesta quinta-feira (23) que a meta de inflação do Brasil para até 2025 é de 3%, com margem de erro de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

O CMN, presidido pelo ministro da Economia Paulo Guedes, também anunciou que não alterou as metas para até 2023 e 2024, que não destoam daquela revelada hoje, sendo, respectivamente, 3,25% e 3%.

As metas de inflação do CMN, em vigor desde 1999, são instrumento importante para preservar a estabilidade da economia brasileira.

Elas servem de base para o Banco Central regular a taxa básica de juros. Quando a inflação fica acima do teto estimado pelo CMN, o presidente do BC é obrigado a justificar o ocorrido e apresentar medidas para reduzi-la.

Isso aconteceu em 2021, após o primeiro ano de pandemia de Covid, e é previsto pelo banco central para o segundo ano consecutivo.

O BC estima que a inflação de 2022 chegue a 8,8%. A meta era de 5%.

No acumulado dos últimos 12 meses até maio, o IPCA registrou 11,73%.

Mais notícias
TOPO
×
Oferecimento....