Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Com eleições, deputados querem jogar aumento na conta de luz para 2023

Câmara aprovou urgência para votação de projeto que suspende reajustes; distribuidoras falam em danos ao setor
Com eleições, deputados querem jogar aumento na conta de luz para 2023
Reprodução

Em ano eleitoral, deputados atuam para suspender aumentos das tarifas de energia de distribuidoras estaduais aprovados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A iniciativa conta com apoio do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP).

Na última terça (3), a Casa aprovou, por 410 votos a 11 e uma abstenção, requerimento de urgência para a tramitação de um projeto que estabelece a suspensão dos reajustes anunciados neste ano. A urgência foi pautada por Lira.

O setor reagiu à ação dos parlamentares. Segundo o Estadão, o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Marcos Aurélio Madureira, afirmou que a suspensão pode causar “danos importantes para o setor elétrico” e não descartou uma eventual judicialização, caso o decreto avance no Congresso, por entender que a medida representa quebra de contrato.

Dessa forma, a fatura do reajuste pode ser repassada para 2023, depois das eleições. Com a urgência do projeto, os parlamentares pressionam para abrir espaço às negociações que possam reduzir o tamanho do reajuste em 2022 ou mesmo alongá-lo, transferido parte dele para o ano que vem. Também preocupado com as eleições, Bolsonaro já prometeu uma queda de 20% nas tarifas de energia.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....