Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Barril pode ir a US$ 380 se Rússia reduzir sua produção por causa de teto, diz JPMorgan

Grupo de nações mais ricas concordou em explorar um teto para o petróleo russo, a fim de reduzir as receitas de Moscou que financiam guerra na Ucrânia
Barril pode ir a US$ 380 se Rússia reduzir sua produção por causa de teto, diz JPMorgan
Reprodução/@_______me (via Unsplash)

Analistas do JPMorgan avaliaram que os preços do petróleo Brent podem chegar a US$ 380 (ou pouco mais de R$ 2 mil) o barril se a Rússia reduzir a sua produção em cinco milhões de barris por dia (bpd).

Durante uma reunião na semana passada, o G7 -grupo de nações mais ricas do mundo- concordou em explorar um teto para o petróleo russo, a fim de reduzir as receitas de Moscou que financiam guerra na Ucrânia.

O JPMorgan ainda avaliou que Moscou pode não concordar com o teto e, assim, retaliar cortando sua produção abruptamente em até cinco milhões de barris por dia “sem prejudicar excessivamente seu interesse econômico”, diz o relatório do banco.

O vice-primeiro-ministro russo, Alexander Novak, disse na última semana que tentar limitar os preços do petróleo russo pode levar a um desequilíbrio no mercado.

A medida pode impactar diretamente o Brasil: desde o governo de Michel Temer, a política de preços dos combustíveis é por meio da paridade internacional.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....