Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Auditores entregam cargos e ameaçam greve por cortes na Receita Federal

Segundo sindicato da categoria, parte dos recursos do órgão foi direcionado para reajustar os salários das carreiras policiais federais
Auditores entregam cargos e ameaçam greve por cortes na Receita Federal
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com cortes no orçamento da Receita Federal e sem a regulamentação do bônus de eficiência, o Sindicato dos Auditores Fiscais (Sindifisco) convocou os servidores para uma paralisação imediata e entrega de cargos de chefia.

Segundo o sindicato, R$ 600 milhões do orçamento de tecnologia da Receita foram cortados para reajustar os salários de policiais.

Além disso, os auditores aguardam há cinco anos a regulamentação do bônus de eficiência e receberam “palavra afiançada” dos ministros Ciro Nogueira e Paulo Guedes, além do próprio presidente Jair Bolsonaro, de que a norma seria editada.

“No entanto, agora, na discussão da peça orçamentária de 2022 no Congresso Nacional, o assunto, que estava pacificado no âmbito do Executivo, sofreu inesperado revés, com a resistência do relator Hugo Leal em incluir os recursos necessários à regulamentação do bônus e a omissão do governo em fazer valer os compromissos assumidos com a Receita Federal”, informou o Sindifisco, em nota.

A entidade ainda afirmou que parte do orçamento da Receita foi cortado para reajustar os salários das carreiras policiais.

“Diante desse quadro de rebaixamento e humilhação institucional, o Sindifisco Nacional convoca todos os Auditores-Fiscais a uma dura e contundente resposta, com a paralisação imediata de todos os trabalhos e a entrega maciça das funções e cargos de chefia, movimento que já vem ocorrendo nos últimos dias”, informou.

Como noticiamos, a arrecadação federal em novembro chegou a R$ 157,340 bilhõesHouve alta de 1,41% em relação ao mesmo período do ano anterior, já descontada a inflação. O resultado de novembro é o terceiro melhor para o mês na série histórica da Receita Federal, iniciada em 2000.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....