Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após se posicionar contra, Ministério da Educação confirma aumento para professores

Com a decisão de Jair Bolsonaro, o piso salarial do magistério passará a R$ 3.845,63 e a beneficiará 1,7 milhão de docentes
Após se posicionar contra, Ministério da Educação confirma aumento para professores
Prédio do Ministério da Educação

Após se posicionar contra, o Ministério da Educação confirmou há pouco que reajustará o piso salarial do magistério em 33,2% em 2022. Com isso, o valor mínimo pago aos professores passará a R$ 3.845,63 e beneficiará 1,7 milhão de docentes. 

“A definição do valor acontece após estudo técnico e jurídico do MEC que analisou a matéria e permitiu a manutenção do critério previsto na atual Lei 11.738 de 2008”, informou o Ministério da Educação, em nota.

Como mostramos, de olho nos impactos eleitorais, Jair Bolsonaro (PL) afirmou ontem (26) que concederia o reajuste salarial aos professores. A decisão do presidente da República contrariou orientações dos ministérios da Economia e da Educação.

Em 14 de janeiro, o Ministério da Educação se posicionou contra o reajuste para os professores, após consulta à Advocacia-Geral da União. A pasta informou que o novo marco regulatório do financiamento da educação básica e a nova Lei do Fundeb revogaram a fórmula de cálculo que aumentava os salários do magistério.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....