Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Cerca os caras e prende todo mundo"

“Cerca os caras e prende todo mundo”
Reprodução/Tenente Mosart Aragão/Twitter

Até onde vão os militares golpistas? 

“A escalada de Bolsonaro, filhos, séquito e robôs é clara, mas, se a gente olha os comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica e se fixa no Alto-comando do Exército, é difícil encontrar ao menos um disposto a jogar seu nome na lama da história contra a democracia”, diz Eliane Cantanhêde.

“Em vez de golpe com militares, o que não se pode descartar é que Bolsonaro esteja criando um clima de tumulto e instabilidade com sua turba civil, que armou com revólveres e fuzis e pode entrar em ação em caso de derrota”. 

Um oficial disse para a jornalista o que os militares fariam nesse caso:

“Cerca os caras, julga, condena e prende todo mundo. Acabou-se a história”.

Os generais golpistas usurparam a imagem das Forças Armadas, mas eles representam apenas uma facção da caserna, que deve se extinguir com a derrota do bolsonarismo nas urnas. 

Por mais antilulistas que sejam – e o antilulismo é perfeitamente legítimo -, os militares não vão sujar a farda para entregar o poder a Jair Bolsonaro, Arthur Lira e Valdemar Costa Neto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....