Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"As Forças Armadas devem permanecer quietinhas em seu canto"

“As Forças Armadas devem permanecer quietinhas em seu canto”
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Joaquim Barbosa, que andava sumido, reapareceu no Twitter para disparar um alerta sobre o risco de golpe militar.

“Convido as pessoas com um mínimo de conhecimento da trágica história política brasileira a um exame sereno e lúcido da frase do ministro da Defesa, um general que faz parte do grupo de auxiliares do primeiro escalão do Presidente da República.

Disse o general Paulo Sergio Nogueira:

‘As Forças Armadas estavam quietinhas em seu canto e foram convidadas pelo TSE…’.

Ora, general, as Forças Armadas devem permanecer quietinhas em seu canto, pois não há espaço para elas na direção do processo eleitoral brasileiro. Ponto.

Insistir nessa agenda de pressão desabrida e cínica sobre a Justiça Eleitoral, em clara atitude de vassalagem em relação a Bolsonaro, que é candidato à reeleição, é sinalizar ao mundo que o Brasil caminha paulatinamente rumo a um golpe de Estado. Pense nisso, general.

Um aspecto importantíssimo, que singulariza o Brasil no concerto das democracias, reside precisamente no seguinte: temos um ramo da Justiça, independente, concebido precisamente para subtrair o processo eleitoral ao controle dos políticos. E dos militares de casaca, claro.”

Quem está quietinho em seu canto é o TSE, e parece que vai continuar assim.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....